segunda-feira, 11 de junho de 2012

EXPONDO RECORDAÇÕES

Decorar uma casa é expor a alma.

Na minha casa dificilmente será encontrado um objeto colocado somente porque vi numa revista. Não sigo modismos. Adoro fazer, reciclar, modificar e reaproveitar.

Uma das coisas que pintei recentemente foram alguns nichos para o escritório. 
Neles coloquei algumas peças de valor sentimental.



Esta máquina fotográfica pertenceu ao meu pai. Está desgastada pelas marcas do tempo, mas é exatamente isto que me atrai. Meu pai, apesar de pouquíssima instrução adorava tirar fotografias. Não tinha um final de semana que ele não saia munido de sua máquina para fotografar os familiares. 

Graças à esta máquina, hoje posso desfrutar desta e de outras imagens  tão significativas para mim.


 Esses mini livros contém uma coletânea de poemas de Castro Alves. Ganhei de meu tio Antonio e os guardo com muito carinho.
A mini bicicleta foi brinquedo dos dois filhos. La tour e a casinha vieram de quem estava lá fora e se lembrou de mim. A caixa de madeira contém um mini jogo de xadrez , uma das poucas recordações que meu marido tem da juventude. 


Sebastian o pequeno modelo de madeira para desenho é um morador recente aqui em casa. Sempre alguém está interagindo com ele e muitas vezes o colocam em posições comprometedoras. hehehehehe!!!



Escolhi o preto como fundo para os nichos, mas depois de pronto me arrependi, pois achei que deveria ter colocado um pouco mais de cor neles. Como as poltronas estão em vermelho, fiquei com receio de tornar tudo muito chamativo. Ainda vou ver o que posso fazer.
As flores delineadas em branco vieram da estampa das poltronas .






E você, que tipo de objetos gosta de expor? 

beijos.

9 comentários:

Tami Fonseca disse...

Quantas recordações hein...assim sua casa tem alma...
Bjinhus

Jussara Gehrke disse...

Adoro essas recordações na decoração, a casa fica com personalidade, muito lindo!
beijo
Juju

Renovando e aproveitando disse...

Oi Margarete,
Tenho passeado pelo seu blog ultimamente, gostei muito. Obrigado pelas dicas.

Cleusa

Renata disse...

Oi Margarete!

Adorei os nichos, principalmente das flores desenhadas, deu um toque especial. Também tenho uma máquina fotográfica antiga, mas foi o namorado quem deu, pois ele quebrou a que era do meu pai...tenho vários objetos antigos e sonho colocá-los expostos,mas ainda não deu...
Estou para colocar uns nichos aqui em casa, quero expor minha pequena coleção de lanternas.
Também tinha uns livrinhos desses, mas na mudança doei; o joguinho de xadrez também tenho um assim desde pequena, mas nunca fui de xadrez...

Beijos, Renata
palpitandoemtudo

Maria Célia disse...

Oi Margarete
Ficaram muito bonitos os nichos com seus objetos de estimação.
Geralmente gosto de expor coisas que ganho de presente para minha casa, um vaso, cestos de palha, recentemente ganhei duas cadeiras de vime que vieram de Nova York, presente da minha irmã, estão fazendo bonito no meu quarto.
Beijo.

Patrícia disse...

Gosto de expor fotos, hj. mesmo falei pro marido: " vamos escolher fotos?", EStou reutilizando uma janela de demolição, pra colocar no quarto, mas sempre uma coisa depende de outra...rsrsr. Objetos antigos tenho poucos, mas acho lindos!
Adorei a sua idéia!

bjs
Paty

Evelyn disse...

lindissima essa maquina fotográfica! é mt legal uma decoraçao com história, né? a gente fica olhando e lembrando...
e adorei seu nicho. mt bonito!
bjs

Pathy disse...

Olá Flor... Gostei muito do seu blog, tanto q já tô até te seguindo! Dar uma passadinha lá no meu bloguinho e se quiser me seguir também pode ficar á vontade, pois será um grande prazer ter sua companhia lá!

Beijinhos Carinhosos!
Ana Patricia
http://casinhacorderosapink.blogspot.com.br/

Anita disse...

Eu tbem gosto de expor objetos que tem um significado especial pra mim. Aliás, tenho na minha sala a máquina que pertenceu ao meu pai exposta tbem e que tirou minhas primeiras fotos. Eu gostei dos nichos em preto com os ramos que vc pintou. Mas... vc é quem vai olhar todo dia é quem sabe, bjs saudosos.